Cia Produz Ação Cênica Rumo à VI Edição do FESTAC (Festival de Teatro do Acre)

Diário de Um Louco” fará uma única apresentação no dia 17 de janeiro (terça-feira) às 21 horas na VI Edição do FESTAC no Teatrão da cidade de Rio Branco/Acre, representando Minas Gerais com um espetáculo contundente dirigido por Glicério Rosário com sucesso de publico e crítica na capital Belo Horizonte desde sua estréia em 2009.

A trupe conta com o apoio do Ministério da Cultura do Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural

Sinopse O ESPETÁCULO Diário de um Louco


Axenty Ivanovitch a encarnação da insignificância, existência pobre e solitária é apresentada como se o mesmo vivesse em pequeno quarto, (seu mundo) onde em seus delírios, ele relata a falta de importância para com ele em seu emprego, pateticamente simbolizada pela função que ocupa: funcionário de apontar penas de escrever. Metáfora sobre a alienação, o texto mergulha profundamente nas causas sociais da loucura mostrando que, na cisão entre realidade e desejo, entre o mundo que se oferece para ser vivido e o mundo a que não se tem acesso, cria-se um abismo que cinde a personalidade.

Misturando narração e dramatização, a montagem confronta real e ilusório, fazendo a personagem criar um mundo possível para si, a partir de restos do mundo a que ela não tem acesso. Não se esquecendo da comicidade do autor, a encenação propõe guardar o que de mais valoroso a história da comédia nos oferece: o trágico. (Glicério Rosário)

Representar uma única pessoa que tem a personalidade cindida: um monólogo a dois (com Carluty Ferreira e Genilson Mendes). O que poderia ser um contra-senso torna-se fundamento da encenação de “Diário de um Louco”, a partir do conto homônimo de Nicolai Gogol. Em nossa encenação do conto de Gogol, reforçamos a solidão e o absurdo a partir de corredores e guichês que percorre.

O conto Diário de um Louco é o mais consagrado no Brasil, devido o grande número de montagens de peças teatrais já montadas em todo o País.

Ficha Técnica
Realização: Companhia Produz Ação Cênica
Texto: Nikolai Gogol
Supervisão de Texto: Ítalo Mudado
Direção do espetáculo: Glicério Rosário
Atores: Carluty Ferreira e Genilson Mendes
Assistente de Direção e Preparação Corporal: Ana Medeiros
Cenário e figurino: Carluty Ferreira
Iluminação: Felipe Cossi Andrade
Trilha Sonora: Gilberto Mauro
Operador de Som: Rogério Alves
Operador de Luz: Hely Rodrigues
Produção: Carluty Ferreira e Hely Rodrigues
Assistente de Produção: Didi Moreira e Patrícia Thomaz
Fotografia: João Teodoro




Informações: 3222-3130/ 9109 - 0893 / 9655 – 6225
produzacao@yahoo.com.br

Contato para entrevistas: (31) 3222-3130 – 9655-6225 – 91090893

Histórico da Cia Produz Ação Cênica
Formada em novembro de 2003, com objetivo da valorização da ação coletiva, através da pesquisa, teórica e prática, produção e o registro da arte e da cultura brasileira em todas as suas vertentes com destaque para as artes cênicas. Marcada pela experiência profissional dos artistas que integram seu núcleo, estruturadores do pensamento e da atuação artística. Entre esses artistas destacam-se os integrantes da Companhia: Carluty Ferreira, Didi Moreira, Genilson Mendes, Hely Rodrigues, Patrícia Thomaz e Rogério Alves e os orientadores Sebastião Miguel e Vera Casanova.

Principais eventos e festivais:
Prêmio Sinparc-Bonsucesso melhor direção – Cenário e ator revelação – peça Oração para Um pé de chinelo Plínio Marcos - 2002
Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte – FIT/BH - 2004
peça Oração para um pé de chinelo Plínio Marcos  temporada  Teatro Coletivo – SP – 2005
peça O Segredo da Encalhadas  temporada Espaço 2 de Arte – Projeto Mutirão – SP – 2005
Festival de Curitiba – Fringe - 2006
ECUM – 2006 - Ocupação em Movimento – 2006
Ganhador do “Prêmio Cena Minas”- “Oração para um pé de chinelo” – 2008
Ganhador do “Prêmio Cena Minas”- “Crianças Invisivéis - Arte e Formação” – 2010
Ganhador do Prêmio Sesc-Sated – Melhor espetáculo, ator e atriz- “Crianças Invisíveis” – 2010
Ganhador do Prêmio Trilha Cultural – BDMG Cultural – “Sonhos” – 2010.