PROJETO PRONAC 180581 - 2019/2020 - Casarão Cultural e Mostra Ação Cênica




ASSOCIAÇÃO  CULTURAL  CIA. PRODUZ  E  CASARÃO 
CASARÃO – Cultura – Arte – Cidadania

https://www.facebook.com/mostradearteeacaocenica/videos/1348245745213783/?q=CASAR%C3%83O%20CONFINS

 ATIVIDADES ARTÍSTICAS: OFICINAS - SEMINÁRIOS - PALESTRAS - APRESENTAÇÕES - 2017 e 2018

PRONAC: 180581
Mecanismo: Mecenato
Área Cultural: Artes Cênicas
Segmento: Teatro
Processo: 01400.004125/2018-04
Enquadramento: Artigo 18
Valor aprovado: R$ 627.657,60
Período de captação: 21/03/2018 a 31/12/2019
Período de execução: 18/06/2018 a 30/11/2019
Providência Tomada: Projeto aprovado e publicado no Diário Oficial da União em 20/03/2018.

ATIVIDADES

ANO –2017-2018
O espaço cultural CASARÃO - cultura, arte e cidadania, atendeu a população de Confins em 2017 com atividades de artes integradas, através de capacitação, circulação e formação de platéias, propiciando formação e entretenimento através das Arte Cênicas (teatro, dança e circo) artesanato (mosaico e criatividade), musica (canto e instrumentalização), artes visuais (cerâmica e pintura), direcionada através de oficinas, workshops, palestras, seminários para crianças, jovens e adultos. Entre estas atividades destacamos o PROJETO ARTE CIDADÃ – oficina permanente para criança e Jovens que permite continuidade deste núcleo para a capacitação e egresso na carreira artística e também como integrante da Cia. . Este núcleo atua desde 2014 e já realizaram as montagens: A família de Tavares, cidade Jovem (2014 e 2015), curta metragem Cidade das Memórias, Alices (2016), culminando na formação do núcleo jovem de atores da Companhia com a montagem “Nós Somos Jovens e As Mulatas” (2017) peças com texto e direção de Carluty Ferreira, espetáculos que fazem parte do repertório da Companhia. Em 2017 inciou-se o processo de criação das montagens com crianças “A Terra Tremeu” e com os jovens “Aurora da Minha Vida” onde será finalizado neste ano de 2018, fazendo abertura do projeto: CASARÃO CULTURAL E MOSTRA AÇÃO CÊNICA. As ações e atividades no espaço cultural CASARÃO, tem como objetivo o desenvolvimento, difusão e promoção dos direitos aos Bens Culturais, à promoção de cidadania e inclusão social para todos os cidadãos da comunidade Bairro Tavares onde esta a sede da Associação e para a população da cidade de Confins e Região do VETOR NORTE. As atividades continuadas permitirão a apropriação e empoderamento deste espaço cultural.
Quem executou as atividades
Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica, Associação cultural sem fins econômicos, fundada pelo ator, produtor cultural, artista-plástico, professor de arte Carluty Ferreira e o Assistente Social, coordenador e produtor executivo Cláudio Freitas com o intuito de promover e priorizar a formação e qualificação de profissionais do segmento artístico, produção de espetáculos com temas relevantes sobre a discussão dos direitos humanos em nossa sociedade, espetáculos de entretenimento, seminários e palestra sobre temas artísticos, e também sobre o comportamento do homem na sociedade, produção de eventos e mostras que envolvem a população colocando-a como protagonista, oficinas de aprimoramento artístico, técnico e inclusão social. Pesquisa e estudos da arte em todas as suas vertentes.
Desde 2014 com a sede cultural  CASARÃO agregou vários profissionais onde destaca-se também a oficina continuada de Artesanato (criatividade e pintura), Cerâmica, Música e Capoeira desde 2016, estas oficinas permanentes tem contribuído na qualificação de jovens e adultos permitido seu desdobramento na criação artística e geração de renda. As atividades aconteceram numa programação semanal em 2017 da seguinte forma:
·    Período de fevereiro a abril – reforma e ampliação do espaço cultural para lançamento das atividades artísticas de oficinas, workshops, seminários e visitação;
·         Divulgação das atividades e do projeto patrocinado pelo Instituto CCR;
·         Divulgação de lançamento e inscrições nas atividades realizadas no espaço cultural CASARÃO
·         Período abril a novembro 
·       Funcionamento ESPAÇO CULTURAL - administrativo e atendimento ao público de segunda a sexta-feira de 10:00 as 22:00 hs.

Atividades de capacitação: Oficinas, Workshops, Seminários;
Circulação: Espetáculos, MOSTRA AÇÃO CÊNICA – boca a boca e MOSTRA DE ARTE DE CONFINS
·         Aulas de capoeira para crianças, e adultos, as terças-feiras (tarde e noite);
·         Aulas de cerâmica para adulto, as quintas-feiras (tarde);
·         Aulas de artesanato para crianças, as quartas-feiras (tarde);
·         Aulas de música canto e percussão, as segundas-feiras (tarde e noite);
·         Aulas de teatro adulto as sexta-feira (noite);
·         Aulas de teatro jovem e infantil, sábados (manhã e tarde) – OFICINA ARTE CIDADÃ.

Em 2017 realizou
Mostra Ação Cênica / Boca a boca \ III edição

Em 2017 houve inserção de mais atividades devido o patrocínio do projeto Mostra de Artes de Confins e a Mostra Ação Cênica – Boca a Boca, PRONAC 148436, que chegou a sua terceira edição de forma ininterrupta.
A Associação através deste patrocínio permitiu atender com grande relevância as montagens teatrais, seminários, workshops e oficinas, também em parceria com secretarias municipais, órgãos públicos e privados.
Produção e organização das atividades de iniciação e formação artística a toda a população com uma programação oficinas, workshops e palestras, realizada no espaço cultural
CASARÃO – Cultura, arte e cidadania. Apresentações dos resultados e circulação de espetáculos em escola do município, teatros da cidade de Pedro Leopoldo e Vespasiano. V Mostra de Arte de Confins  
Produção e organização das atividades artísticas com apresentações e exposição realizada no espaço de apoio da Prefeitura Municipal de Confins CRASLEM, onde contou também com a participação de artistas, artesãos da comunidade local e através de projetos sociais, realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (coral infantil, adulto, orquestra de violão, artesanato), Escola Estadual são José e Confins com representação de alunos (Dança e Música) e ainda participação de grupos convidados de Belo Horizonte, Lagoa Santa e Sete Lagoas com apresentação Grupo de Dança, Circense e Teatral. A produção das atividades da Mostra de Arte de Confins em 2017 realizada pela Associação Cultural, teve a parceria da Prefeitura Municipal de Confins através da Secretária Municipal de Cultura e Turismo, onde proporcionou a descentralização das ações levando espetáculos na praça central da cidade, permitindo acessibilidade ao público.
Todas as ações no espaço CASARÃO – Cultura, Arte e Cidadania, CRASLEM, ESCOLAS PÚBLICAS, PRAÇAS E RUA, foram gratuitas, onde atendeu todo o público com atividades direcionadas capacitação, formação, inclusão social, entretenimento e lazer com uma ampla programação: espetáculos teatrais, dança, música, oficinas, seminários, exposição, cinema, literatura e palestras.
Associação sediada em Confins, ao reestruturar o ESPAÇO cultural CASARÃO pode atender a população em um local de fácil acesso e acessibilidade cumprindo as normas de segurança e atendimento ao publico portador de dificuldades motoras, mentais e idosos. Este espaço propiciou garantir com mais qualidade a atividade permanente de formação para crianças e adolescentes em teatro, através da Oficina Arte Cidadã onde em 2016 realizou as montagens que fizeram parte da abertura do projeto beneficiado em 2017 com as peças: “Nós Somos Jovens”, “Alices” e a curta metragem “Cidade das Memórias” e também a peça “As Meninas de Madame MIMI”, que trouxe em cena a atriz mineira Wilma Henriques com 87 anos de idade, que também atua na Associação desde 2010. A Associação cumpre sua MISSÃO de valorização da Cultura, da Arte e Cidadania, e a estruturação administrativa que possibilita alinhar parcerias para consolidar seu espaço próprio o *CASARÃO* cultura, arte e cidadania e permitir cada vez mais o empoderamento de seu público neste espaço acolhedor, multiplicador e transformador.
DEMONSTRATIVO QUALITATIVO E QUANTITATIVO DAS AÇÕES
“Mostra Ação Cênica / Boca a boca”
Atividades de iniciação e formação artística a toda a população com uma programação oficinas, workshops e palestras. Apresentação dos resultados na Mostra Boca a Boca e  Mostra de Arte de Confins, ambas realizadas pela Associação anualmente. Circulação de espetáculos em escolas e teatros.

                ______________________________________________________________________________



  


_____________________________________________________________________________



ATIVIDADES 2018   

  • Planejamento e contratação de equipe; Organização de organograma e reuniões pedagógicas com coordenação do projeto e arte educadores;
  • Locação e adequação do espaço permitindo acessibilidade e fácil acesso aos participantes e para produção e execução das atividades artísticas e oficinas do projeto;
  • Manutenção do espaço CASARÃO, CULTURA, ARTE E CIDADANIA
  • Reunião administrativa com equipe para organização de documentos contábeis, atendimento ao público, inscrições das atividades, contatos com secretarias, escolas, agentes culturais de outras cidades de circulação;
  • Regularização de dados da Associação Cultural.
  • Readequação do Projeto;
  • Contato e contratação de design, assessoria de comunicação, para criação de arte e divulgação das atividades;
  • Agendamento dos locais de realização das atividades de circulação e Mostras.
  • Contratação de oficineiros, design, assessoria de comunicação, assistente de produção, produção executiva para inicio das atividades;
  • Criação e aprovação de layout e arte de divulgação das atividades;
  • Produção executiva de materiais, equipamentos;
  • Divulgação em carro falante para inscrição das oficinas a serem realizadas no projeto totalmente gratuito e de apresentações artísticas;
  • Contato com apoiadores e parceria Secretaria Municipal de Cultura e Educação de Confins;
  • Ensaios das atividades de lançamento do projeto;
  • Reuniões pedagógica mensais de equipe (coordenação e oficineiros/professores) para debate sobre a dinâmica da execução das aulas e trabalho desenvolvido com alunos, matérias etc;

 ABERTURA PROJETO 2018 - Inicio das atividades em abril
REGISTRO DE ATIVIDADES DIVULGAÇÃO E PRÁTICAS  - 2018

Espaço Cultural – CASARÃO Cultura, Arte e Cidadania
EXECUTADAS: 8 OFICINAS
PÚBLICO IDADE: 04 a 75 anos
NUMERO DE PARTICIPANTES: 120

Divulgação e abertura das atividades CASARÃO
 Participação Festival Internacional de Teatro – Palco e Rua –BH

REGISTRO DE ATIVIDADES DIVULGAÇÃO E PRÁTICAS  - 2018

Espaço Cultural – CASARÃO Cultura, Arte e Cidadania
EXECUTADAS: 8 OFICINAS
PÚBLICO IDADE: 04 a 75 anos
NUMERO DE PARTICIPANTES: 160

ATIVIDADES  PERMANENTE - OFICINAS – CASARÃO – 2018

Paralelamente as atividades do CASARÃO executadas de segunda a sábado onde já aconteceram as oficinas: Dança (livre, afro e salão), teatro (adulto, jovem e crianças), música (canto para adulto e musicalização para crianças), artesanato/mosaico, artesanato/pintura, mascaras, atuação para cinema, capoeira, cerâmica e as oficinas permanentes aos sábados com Jovens de 12 a 16 na parte da manha e crianças de 6 a 12 anos na parte da tarde, com um público surpreendente e tendo a cada dia mais procura para as atividades. As Oficinas foram realizadas no período de abril a novembro, levando seus resultados nas Mostra de Arte de Confins e Mostra Ação Cênica – boca a boca.
A diversidade das oficinas e ampliação das ações para os municípios próximos à Sede da Companhia proporcionou maior acessibilidade à arte e cultura. Participação de cidadãos que tem o espaço com acessibilidade e fácil acesso.





DEMONSTRATIVO QUALITATIVO E QUANTITATIVO DOS  RESULTADOS DAS AÇÕES
EM 2018. 

VI Mostra de Arte de Confins - 2018
PERÍODO DAS ATIVIDADES: 01 DE AGOSTO A 31 DE NOVEMBRO
PROPOSTA EXECUTADAS: 36 ATIVIDADES – ARTISTAS DA CIDADE, CONVIDADOS E RESULTADOS DAS OFICINAS CASARÃO
EXPOSITORES: 35 PROFISSIONAIS – ARTESANATO E ARTES VISUAIS
PRODUTORES: 06 PROFISSIONAIS
MONITORES/APOIO: 11 PROFISSIONAIS
PÚBLICO IDADE: 0 a 100 anos
NÚMERO DE PARTICIPANTES EXPOSIÇÃO E SHOWS: 1200 PESSOAS
NÚMERO DE VISITANTES ESCOLAS: 657 ALUNOS E EDUCADORES
REGISTRO: CARTAZ – FILIPETA -SITE




CASARÃO  CULTURAL   MOSTRA AÇÃO CÊNICA  
PROJETO DE CONTINUIDADE 2019-2020 
                                                      
Ano: 2019 a 2020
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E CASARÃO
CASARÃO  CULTURAL   MOSTRA AÇÃO CÊNICA - PROJETO DE CONTINUIDADE 2019-2020

PRONAC: 180581
Mecanismo: Mecenato
Área Cultural: Artes Cênicas
Segmento: Teatro
Processo: 01400.004125/2018-04
Enquadramento: Artigo 18
Valor aprovado: R$ 627.657,60
Período de captação: 21/03/2018 a 31/12/2019
Período de execução: 18/06/2018 a 30/11/2019
Providência Tomada: Projeto aprovado e publicado no Diário Oficial da União em 20/03/2018.



CIA. PRODUZ AÇÃO CÊNICA - CASARÃO

A Companhia Produz Ação Cênica é uma associação artística cultural formada em 2001, com finalidade de produzir e encenar projetos de arte e cultura, com destaque para
as artes cênicas, tendo como objetivo à ação coletiva e a pesquisa teórica e prática. São integrantes da Companhia: Carluty Ferreira, Cláudio Freitas, Didi Moreira, Genilson Mendes, Hely Rodrigues, Patrícia Thomas e Rogério Alves. Sediada atualmente na cidade de Confins, em Minas Gerais, a Cia é marcada pela participação dos artistas que integram seu núcleo estruturador de pensamento e ação artística. Cada montagem tem permitido ao grupo acrescentar novos aprendizados e experiências. O ator, diretor e produtor Carluty Ferreira iniciou a trajetória da Companhia com a montagem do espetáculo “Oração Para Um Pé de Chinelo”, estreando em novembro de 2002, que consolidou o grupo de teatro, ganhando registro em 2003 junto com Cláudio Freitas. A primeira montagem da Companhia Produz Ação Cênica, rendeu belas criticas e os prêmios de melhor cenário para Carluty Ferreira, Melhor ator revelação para Genilson Mendes e melhor direção para Aline Andrade.
Em 2004 e 2005, estreou a peça “Segredo das Encalhadas” e  “Língua Afiada Cinco Peças Atrevidas”. Em 2007 lança o projeto de seminário para pesquisa  e debate de temas recorrente a arte e a diversidade humana no projeto “Trançando ideias”, que é executado até hoje com seminários e workshops. Em 2009 e 2010, realiza trilogia marcada pela formação humana com os espetáculos “Crianças Invisíveis”, “Diário de um Louco”, e “Sonhos” - esse último contou com a participação especial das veteranas atrizes Wilma Henriques e Eliane Maris. Em  2011, estreou “O Golpe”, no Festival Cenas Curtas, onde retornou em 2014 com a montagem “A Célebre Criminosa”, com direção de Wilma Henriques. Em 2009 produziu o primeiro filme com a experiência no Workshop com a diretora paulista Lili Curi, o filme experimental “A Porta”. Em 2012 produz o curta de ficção “A Casa Iluminada”,  também com a participação da atriz Wilma Henriques. Hoje, a Cia comemora seus 15 anos com o lançamento do filme “Cidade das Memórias”, e continua sua pesquisa para a encenação da comédia “As meninas de dona Mimi”, texto de Rogério Falabella, com Wilma Henriques, Carluty Ferreira e Rogério Alves, com estreia prevista para final do semestre de 2016.
Principais eventos e festivais
Festival de Cenas Curtas - Galpão Cine Horto – A celebre criminosa – 2014; Festival de
Teatro de Araguari - Crianças Invisíveis – 2014; Lançamento e produção do Festival de Artes Integradas - Mostra de Arte de Confins  - VI Edições de 2013 a 2018; Participação no MTG e nos eventos Encontro Estadual de Grupos ( II, III e IV) 2012 a 2014 ; Lançamento – da peça A Cidade e a Família – Confins /2013; Festival Nacional de Teatro do Acre – Diário de Um Louco – 2012; Festival de Cenas Curtas - Galpão Cine Horto – O Golpe – 2011; Festival de Teatro de Ipatinga – Diário de Um Louco – 2011; Prêmio Trilha Cultural BDMG – Diário de Um Louco – 2011; Mostra Miryam Muniz e Klaus Vianna – Funarte – 2011; Prêmio Trilha Cultural BDMG – Sonhos – 2011;  Participação da 29º a 45º Campanha de Popularização de Teatro e da Dança BH -2002 a 2011; Festival de Teatro da Loucura/Barbacena – 2010; Festival de Teatro de Lafayete/MG – 2010; Lançamento - Sonhos – Teatro Imaculada maio/2010; Prêmio Miryam Muniz – Sonhos – 2009; Prêmio SESC SATED 2009 – Crianças Invisíveis - melhor espetáculo, melhor ator  Carluty Ferreira - melhor atriz Andrea Baruqui; Prêmio Cena Minas – Crianças Invisíveis – 2009; Lançamento - Crianças Invisíveis e Diário de um Louco – Palácio das Artes – Abril/2009; Trançando Idéias, circulação e temporadas dos espetáculos – 20072009;2008;Projeto Trilhas da Cultura – MG – 2004 à 2007; Workshop de Dramaturgia e Performance – 2007; Festival de Curitiba – Fringe – 2006; ECUM – 2006 Ocupação em Movimento – 2006; Temporada - Teatro Fábrica São Paulo - Espaço 2 de Arte – Projeto Mutirão – SP – 2005; Lançamento - Língua Afiada Cinco Peças Atrevidas - Centro de Cultura BH setembro/2005; Encontro Estadual de Grupos de Teatro – Minas de Grupos – 2005; Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte – FIT/BH – 2004; Lançamento - O Segredo das Encalhadas - Palácio das Artes – Agosto/2004; Encontro Estadual de produtores de Artes Cênicas – MG – 2004 Festival de teatro de Piracicaba / SP – 2003; II Mostra de Teatro de Grupos de Minas Gerais – 2003; Prêmio Sinparc-Bonsucesso – Oração para um pé de Chinelo – Melhor direção Aline Andrade – Melhor Cenário Carluty Ferreira - Melhor Ator Revelação Genilson Mendes – 2002; Lançamento - Oração para um pé de chinelo – Centro Cultural da UFMG – setembro/2002.

Ficha Técnica
Coordenação Geral e Produção e Artístico: Carluty Ferreira
Produção Executiva: Cláudio Freitas, Jussara Aguiar, Patrícia Thomaz e Rogério Alves
Acompanhamento Pedagógico e Social: Cláudio de Freitas Santos
Fotográfo e design: Ricardo Gonçalves dos Santos
Contabilidade: M costa e Robson Vaz

Diretoria da Associação
Diretor presidente: Antônio Carlos Ferreira
Diretor financeiro e artístico: Cláudio de Freitas Santos
Secretário: Patrícia Thomaz de Sousa
Conselho fiscal: Didi Moreira e Genilson da Silva Souza  Integrante: Rogério da Silva Alves. 
Contatos :     site http://www.ciaproduzacaocenica.blogspot.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/www.ciaproduzacaocenica.blogspot.com.br/
Carluty Ferreira – Cia. Produz Ação Cênica – 31– 98626-6225  99655-6225 -

produzacao@yahoo.com.br


CASARÃO CULTURAL & Mostra  Ação  Cênica Boca a boca IV Edição - AÇÕES ARTISTICAS E PEDAGOGICAS



Circo: continuidade e aprimoramento. Modulo II para crianças e jovens de 12 a 16 em habilidade circense;

Teatro jovem: continuidade e aprimoramento. Modulo II para jovens de 12 a 15 anos, em habilidade teatral;

Teatro infantil: continuidade e aprimoramento. Modulo I para crianças de 6 a 11 anos, em habilidade teatral;

Teatro adulto: continuidade e aprimoramento. Modulo III para adultos a partir de 16 anos em habilidade teatral;

Cerâmica e Pintura: continuidade e aprimoramento. Modulo II para adultos a partir de 16 anos em habilidade artes visuais;

Artesanato: continuidade e aprimoramento. Modulo II para adultos a partir de 16 anos em habilidade artesanato/criatividade;

Música: Musicalização / Percussão, continuidade e aprimoramento. Modulo II para crianças;


Música: Musicalização/Canto, continuidade e aprimoramento. Modulo II para adulto;

Capoeira: continuidade e aprimoramento. Modulo II para crianças em habilidade corporal;

Capoeira: continuidade e aprimoramento. Modulo II para adulto em habilidade corporal;

Dança: continuidade e aprimoramento para crianças em habilidade corporal dança livre;

Dança: continuidade e aprimoramento para adultos em habilidade corporal dançam salão; Atuação e Interpretação para cinema. Modulo II para jovens de 12 a 18 anos, em habilidade teatral;


















SEMINÁRIOS E WORKSHOPS  - Arte Educação, Mobilização Social, Integração e convivência

Circulação: Ensaios e preparação dos espetáculos em repertório para apresentações nas cidades indicadas; Criação: produção, ensaios abertos de novo espetáculo e apresentação;
Produção de resultados das atividades para a IV Mostra Ação Cênica –Boca a Boca;Planejamento de comunicação e divulgação: Rádios desenvolvimento de Spot de abertura da Mostra, divulgando o patrocínio e apoiadores antes das apresentações. Jornais – Criação de layout para divulgação de lançamento do evento nos jornais de forma espontânea durante o projeto e apoio cultural com os jornais locais. Internet – manutenção de Site/blog para comunicação e divulgação de folder eletrônico para o público em geral, artistas, alunos, formadores de opinião, associações e mídia em geral. Parcerias através de links com outras fontes e sites culturais. Material Gráfico – produção dos seguintes materiais gráficos: Cartaz, Filipetas, Folder, Banner de Sinalização do Projeto. Plano de distribuição em locais de circulação;
Abertura da IV Mostra Ação Cênica-Boca a Boca e realização das atividades.
ESPETÁCULOS
Apresentações para escolas e aberta ao público em geral nas cidades de Confins, Vespasiano, São José da Lapa, Capim Branco, Matozinhos, Lagoa Santa, Pedro Leopoldo e Belo Horizonte.
Promover a atividade na forma de excursão para que os estudantes e professores tenham acesso aos equipamentos culturais - Promover debates. Colóquio, ou seja, Bate-papo com assistente social sobre os temas abordados nos espetáculos para o público da rede escolar, permitindo uma visão maior do tema abordado nas encenações.



As Mulatas
Encenação propõe um roteiro que retrata a historia de uma família de teatro mambembe, e trás o que de mais valoroso a história da comédia popular nos oferece.

Nós Somos Jovens
A peça trabalha com relatos de jovens discutindo tema da pluralidade cultural e utiliza como mensagem, as virtudes no universo humano que são: amor, coragem, respeito, responsabilidade, perseverança e amizade.

ESPELHO  (estreante) A peça de Jair Raso, autor mineiro que trás um recorte sobre a TV Itacolomi e homenagem a atriz Wilma Henriques, reconhecida como a Primeira dama do teatro mineiro. Integrante da Cia que entra em cena comemorando 60 anos de carreira, ao 88 anos de idade. 
O Homem do Caminho (estreante)
A peça de Plínio Marcos, autor paulistano trás um recorte da existência humana e seus conflitos dentro das relações e debates sobre condição social, econômica, religiosa, sexual e étnica.
IV Mostra AÇÃO CÊNICA - Boca a Boca
Evento que irá promover e destacar o protagonismo de crianças, jovens e adultos com abrangência, apresentando os resultados produzidos nas oficinas, Workshop e palestras.


EXECUÇÃO / FINALIZAÇÃO – 3 MESES
Registros fotográficos, vídeo-gráfico e fonográfico das atividades.
Avaliação e Relatório de atividades finais do projeto;
Realização de dossiê para apresentação de prestação de contas do patrocínio com os seguintes materiais; Apostila com resumos dos temas debatidos; dvd com imagens das palestras e workshops e cd com fotos, reportagens e material gráfico do evento.
Especificações técnicas
O projeto é uma proposta de realização de atividades de continuidade para capacitação e qualificação nas áreas artísticas, e manutenção para trabalhos administração, circulação com o objetivo de fomento e formação artística, dando suporte técnico ao espaço CASARÃO Cultural e para a Associação atender demandas de material para oficinas, estrutura para apresentações artísticas de criação, circulação e Mostra Ação Cênica – boca a boca com resultados das atividades. Formação de público consumidor de arte nas áreas de capacitação, criação e circulação.
Não se trata de produto cultural físico é uma proposta de estímulo e fomento a cultura, aprimoramento e refinamento do gosto pela arte e criação de hábito na população de acessar as ferramentas e equipamentos culturais, além de promover a inclusão social, saúde física e mental, etc. São ações artísticas para inserção da criação e promoção da arte nesta cidade.

Acessibilidade
O espaço cultural CASARÃO e os espaços públicos de circulação de espetáculos e Mostra Ação Cênica onde serão realizadas as atividades oferecidas neste projeto permitirá o fácil acesso e locomoção de idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais. Com equipamento de segurança contra incêndio, correções, acessibilidade para pessoas com deficiência. Locais em espaço térreo e para atender as atividades de formação e capacitação, no sentido de proporcionar condições de acessibilidade a pessoas idosas, nos termos do art. 23 da Lei n° 10.741, de 1° de 2003(*), e portadoras de deficiência, conforme o disposto no art. 46 do Decreto n° 3.298, de 20 de dezembro de 1999(**). haverá também medidas de conteúdo para compreensão do projeto e atividades artísticas com interprete de libras e legendas.

Democratização de acesso
As atividades do projeto serão executadas em local de fácil acesso e locomoção de idosos, crianças, jovens e pessoas com necessidades especiais. Serão realizadas ações de formação e capacitação através de oficina, workshop e palestra gratuitos, apresentações em escolas públicas gratuitas e apresentações em teatros para o público em geral com preços populares. O processo de distribuição será realizado através de divulgação e inscrições dos participantes; contato com escolas e entidades para e as apresentações em espaços públicos. Distribuição de ingressos antecipadamente para espetáculo em teatro. O resultado esperados está em consonância com o impacto adquirido anteriormente, onde houve multiplicação de usuários e a sua motivação nas ações executadas em 2017.
O público será recebido em visita guiada no espaço cultural para apreciação dos desenvolvimentos das atividades e durante a Mostra Ação Cênica para apreciação dos resultados das atividades de oficinas, workshops, palestras e espetáculos.
Material de divulgação
Peças gráficas para inserção de contrapartida do patrocinador
Banner - 4 cores, tamanho 2 m x 1,5;
Cartazes - 4 cores, tamanho A3;
Folder - 4 cores, tamanho A4 frente e verso, com dobradura;
Filipeta - 4 cores. Tamanho 12cm x 21cm frente e verso.
Camisa
Site/Blog para divulgação das ações.
EQUIPE TÉCNICA
Coordenação Geral e administrativa/pedagógica
Claudio Freitas Santos
Coordenação de produção e Artística
Carluty Ferreira
Assistente de Produção
Didi Moreira
Coordenação Artística e Curadoria
Maria Januaria
Fotografia Ricardo S.G.
Comunicação e Assessor de Imprensa
Nanci Alves
Design Gráfico
Thales Dusale
Contabilidade
MCosta e VAZ
BREVE CURRICULO Equipe
Claudio Freitas Santos
Fundador, diretor presidente e diretor pedagógico e cultural da Associação Cia Produz Ação Cênica desde 2003; Curso de produção Cultural e formação artística- Projeto Oração, Ação e Formação Cultural em Minas – Prêmio Cena Minas – Cia. de Teatro Produz Ação Cênica (2008); Palestra e orientação de adolescentes do ensino médio da rede Estadual de Ensino/Educadores; abordagem a partir do espetáculo Oração para um pé de chinelo – Tema: violência, drogas, prostituição e alcoolismo.
Produção da Mostra de Arte de Confins cinco edições 2013 a 2017; Produção e coordenação da Mostra de Arte e ação Cênica 2012, 2015 e 2016; Coordenador Geral e Pedagógico do Espaço Cultural Casarão – cultura arte e cidadania.
Curso Superior – Serviço Social (dez/2003); experiências em grupo de famílias, atendimento individual, equipe multidisciplinar, trabalho em rede e avaliação sócio econômica. Ciclo de Debates Latino-Americano sobre o trabalho social com famílias de crianças de adolescentes – SEDESE MG; I Seminário sobre adoção – Vara da Infância e Juventude de Contagem; Curso de Terapia de Família – Instituto Holum. Assistente Social em atuação nos Serviços de Proteção Especial de Assistência Social (Contagem, Belo Horizonte e Confins 2003- 2016); Curso de vivência e palestra – Projeto Cultural Movimento Teatro de Grupo.
Didi Moreira
Ator, Monitor e Assistente de Produção através da Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica, estreando com o espetáculo infantil Crianças Invisíveis. Realizou o Curso Técnico de Formação de Ator do Teatro Universitário TU/EBAP/UFMG, atualmente desenvolve pesquisana Trupe a Torto e a Direito do Programa Polos de cidadania. Sua carreira inicia no ano de 2002 nas oficinas de Teatro e Dança do Projeto Adolescente Cidadão do SESC/Venda Nova até 2007, sendo que em 2006 já integrava o grupo de danças folclóricas "Aruanda". Em 2008 e 2009 fez o curso de teatro da Arena da Cultura. Em 2010 começa a participar de vários espetáculos infantis e empresariais de outros grupos, como Cooperarte, Lupercus e Kerubis. Entre 2012 e 2013 inicia seu trabalho como Monitor de Teatro participado como bolsista do Programa Escola Integradade Belo Horizonte, além de ministrar oficinas de férias no Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG.
Ricardo Gonçalves
Fotógrafo e Videomaker.
Editor: Tradição Planalto Editora; Fotógrafo: Produtos, Espetáculos e Manifestações Culturais, Vídeomaker: Vídeo-documentários, Espetáculos e Manifestações Culturais; Curta Metragem A Casa Iluminada (2012/2013) Direção de Fotografia e Edição (duração 12 min.). Cia. Produz Ação Cênica/Tradição Planalto; Vídeo-documentárioReferências Culturais - Serra do Cipó: Identificação e Percepções (2011) Direção de fotografia e Edição (duração 30 min.) – IPHAN/MG equipes de Obras do Iphan em Minas Gerais (2009); Produção e Direção de fotografia (duração 24 min.) – IPHAN/MG; Saravá, Rainha do Rosário (em produção).
Nanci Alves
Sindicato dos Professores de Minas Gerais - Função: jornalista da assessoria de Comunicação, de novembro de 2013 até o momento. Projeto Mostra de Arte e Ação Cênica Cultura, Arte e Cidadania: assessoria de imprensa para o projeto que está sendo realizado em Confins e região, de abril a novembro de 2017, pela Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica (Confins/MG). Grupo de Teatro Pequi: produtora, atriz e roteirista do espetáculo A Terra Tremeu, que participou do 9º Salão do Livro do Vale do Aço, em Ipatinga, e, desde 2015, vem se apresentando em escolas, praças e vilas em Belo Horizonte, Confins, Nova Lima, Contagem e Lagoa Santa. Está em processo de montagem de um novo espetáculo (A Onça e o Bode) , em parceria com o Grupo Irmandade Atores da Pândega, de Lagoa Santa.Experiência como atriz e (Teatro e radioteatro) e produtora: Associação Cultural Minas Artes Gerais (extinta). Produtora e atriz dos espetáculos: Sem Nexo, Sem Plexo II; Sem Nexo, Sem Plexo III; Sem Nexo, Sem Plexo Capítulo Final; “ Três Peraltas na Praça ” e “ Os Alegríssimos ” (shows eespetáculos teatrais ). Membro da equipe de redação e apresentação do programa radiofônico infantil “Os Alegríssimos”, veiculado aos domingos na Rádio América de 1989 a 1991.
Maria Januaria
Pós- Gradução – Especialização em Ensino das Artes Visuais; Escola de Belas Artes – Bacharel em Artes UFMG - Curso de Cerâmica e esmaltação; Curso Nícia Braga - Técnica de Esmaltação RAKU; Centro CAPE – Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor-Programa de certificação da Produção Artesanal – Selo IQS; SEBRAE - Programa SEBRAE de Artesanato - PSA; CURADORIA Artística da Mostra de Arte de Confins 5 EDIÇÕES;Coordenação e participação – III Encontro Estadual Minas de Grupo – MTG; PROFESSORA CERÂMICA – ESPAÇO CULTURAL CASARÃO; CONSELHEIRA MUNICIPAL DE CULTURA; Atuo na área de Artes e Artesanato há 20 anos, hoje em atelier próprio .Sou filiada a Central Mãos de Minas ,através da qual participo da Feira Nacional de Artesanato.
Carluty Ferreira
Ator pelo Teatro Universitário da UFMG em 1992 e atua na função desde 1985, com o registro de Ator, Cenógrafo, Diretor de Produção, Direção de Espetáculo e Figurinista pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos de Minas Gerais. Recebeu os prêmios de destaque da classe artística mineira: Sinparc Usiminas - Melhor cenógrafo em 2002 com o espetáculo Oração para um pé de Chinelo de Plínio Marcos; Sinparc Usiminas - Melhor diretor e espetáculo 2005 na montagem Infantil Brincando na Terra dos Gigantes do ex-grupo Deu Palla; Sesc Sated – Melhor ator e melhore spetáculo da Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica.
Carluty Ferreira é reconhecido pelo trabalho desenvolvido com crianças, jovens e adultos, atuando em Confins desde 2012, através da Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica, que participou do Festival Nacional de Teatro do Acre representando a cidade Confins com a peça teatral Diário de um Louco em 2012; Criou a Mostra de Arte de Confins, onde já realizou V Edições, sendo a última consolidada com o patrocínio do Instituto CCR. Criou também a Mostra Ação Cênica – Boca a Boca, que estará realizando em 2018 sua IV edição; Em 2016 ganhou o prêmio Mérito Artístico do Sated – Sindicato dos Artistas e Técnicos através da Câmara Municipal de BH ; Através da coordenação da Associação Cultural Companhia Produz Ação Cênica, realizou: II conferência de Política Cultural, Criação do Conselho Municipal de Política cultural atuando em dois mandatos como presidente do conselho, implantação do Plano Municipal de Cultura, Adesão ao Plano Nacional de Cultura, Criação do Fundo Municipal de Cultura. Em 2016 começou a atuar como professor de arte da Escola Estadual José de Confins.
É especialista em Ensino de Artes Visuais pela UFMG, graduado em Licenciatura em Educação Artística/Habilitação em Artes Plásticas pela escola Guignard da Universidade Estadual de Minas Gerais UEMG, tem habilitação em Libras - Lingua Brasileira de Sinais pela Escola Efatha, além de diversos cursos de capacitação e qualificação na função de artista e gestão cultural. Atua como membro do Conselho Estadual de Política Cultural representando o segmento de teatro de Minas Gerais e é diretor membro da Associação Movimento de Teatro de Grupo de Minas Gerais, onde organizou e colaborou na produção do livro sobre a história do teatro mineiro “Memória do Teatro de Grupo – O Teatro em Minas Gerais” e produção da sétima e oitava edição da Revista Ensaio Aberto do MTG.
ASSOCIAÇÃO CULTURAL COMPANHIA PRODUZ AÇÃO CÊNICA
Associação de cunho artístico cultural e social formada em 2001, com finalidade de produzir e encenar projetos de arte e cultura, com destaque para as artes integradas, tendo como objetivo à ação coletiva através da pesquisa teórica e prática, produção e difusão cultural.
Coordenação Geral / Artística e Produção: Carluty Ferreira
Coordenação Pedagógica e Administrativa: Cláudio Freitas
Produção Executiva: Cláudio Freitas / Jussara Barbosa
Professores de artes: Patrícia Thomaz / Janaina Starling / Wladimir Medeiros/ Maria Januaria / Maria Cristina/ Evandro Passos / Rosaly Perdigão / Sérgio Geléia/Rogério Alves
Fotografia: Ricardo Gonçalves Santos / Paulo Marcos
Assessoria de Imprensa: Nanci Alves e Carluty Ferreira
Contabilidade: Mcosta e Vaz

ASSOCIAÇÃO CULTURAL COMPANHIA PRODUZ AÇÃO CÊNICA - CASARÃO 
Av. Antônio José Gonçalves, 450 – B. Tavares - Confins - M.G – CEP: 33500-000
E-mail: produzacao@yahoo.com.br – CNPJ: 083235070001-98 - Fone/Fax: (031) 32223130